Para quem gosta de Cotidiano

Cotidiano

Eu tinha tudo para desistir. Decepções, relacionamento abusivo, indiferença, mau caráter e até um pouco mais. Trago tudo isso na bagagem. No entanto, por incrível que pareça, ainda não desisti. Ainda continuo acreditando no amor. Na forma mais simples e singela de amar, é claro, sem as ilusões dos contos de fadas. Continuo acreditando em…

Costuma-se dizer que ninguém é insubstituível. Pessoas vão e outras vêm. Posições que antes só eram ocupadas por alguns, de repente, são ocupadas por outros.  Tudo é passageiro e nada é insubstituível. Será mesmo? Não consigo pensar dessa forma, mesmo que os caminhos do cotidiano me mostrem o contrário. Não há como tratar pessoas como…

Esses dias, lendo uma matéria sobre a tal Escola de Princesas, descobri o que boa parte da sociedade ainda espera das mulheres. Lá as meninas aprendem a arrumar a cama, a se portar diante de uma mesa de jantar e a se apresentar como uma verdadeira princesa. Algumas ainda ensinam a virgindade como regra e…

Sempre acreditei muito em astrologia. Na adolescência, os horóscopos das revistinhas já me atraíam. Já queria saber qual signo combinava com o meu, uma boa e legítima capricorniana, com ascendente em aquário. Ao contrário do que possa parecer, frieza e objetividade passam longe por aqui.  Mas aí, a vida nos faz trombar com o gênio difícil dos…

Tem tanta gente falando o nome de Deus em vão. Indo todo fim de semana na igreja, fazendo jejum, “escolhendo esperar”. Tantas regras, pouca prática. Diante de inúmeros possíveis pecados, as pessoas se esquecem do essencial: o coração. Falam de uma forma bonita demais, mas agem de menos. Dão aquele jeitinho esperto, mentem uma besteirinha…

Pode até parecer, mas não é. Essa minha cara de menina, com sardas e cabelos cacheados pode demonstrar fraqueza e imaturidade, eu sei. No entanto, o coração não é de mocinha, bela, recatada e do lar. Ele é revestido de uma experiência que supera a própria idade e a cara de “menina moça”, como diz…

Ando cansada de estar só. De não ter uma companhia para ficar o dia todo de pijama no feriado. De não ter que colocar mais um pão na torradeira no café da manhã. De não poder partilhar o que aconteceu no meu dia, mesmo que não tenha acontecido nada muito interessante. Cansada de encarar a…

Ela chegou de mansinho. Como quem não quer nada, dando pequenas demonstrações. De repente, se instalou de vez. Fez morada e ainda avisou que estava ali para ficar por um determinado tempo. Deixou-me inquieta, com dor de cabeça, em alguns momentos com muita fome e em outros sem fome alguma. Foi difícil não conter as…