Para quem ama encontros

encontros

A queixa parece ser constante. Minhas amigas, minha irmã, minhas primas. Todas afirmam com certeza: está faltando homem nesse mundo. Todos parecem ser inalcançáveis. Ou têm outros interesses, ou estão comprometidos, ou são aqueles criados a leite com pera, sem responsabilidade alguma, como eu já disse nesse texto. No entanto, parece que o que realmente…

Quando você chega em um restaurante e se depara com um cardápio de diversas opções, os olhos brilham. Você começa a salivar, a se imaginar saboreando cada um daqueles pratos. No entanto, diante da escolha, surge a dúvida. Com tantas delícias, fica difícil escolher uma só. E, quando finalmente escolhe, no momento em que o…

Pois é, eu resisti em te escrever um texto. Resisti porque eu me conheço bem. Cada um que inspirou um texto meu até agora, teve um espaço bem significativo no meu coração. Com você, eu neguei esse espaço até onde consegui. Neguei porque, diante da impossibilidade de te ter por inteiro, eu já conseguia prever…

Vivemos conectados o tempo todo. Estamos sempre online, seja no trabalho, em casa, na rua e até mesmo no banheiro. Resolvemos tudo pelo celular e claro, com os relacionamentos, isso não seria diferente. As ligações e encontros passaram a ser raras exceções. Mandamos áudio, gravamos vídeo e digitamos textões imensos. Por vezes, preferimos despejar tudo…

As agendas cederam espaço aos smartphones. As folhas de calendário às planilhas do Excel. No entanto, as coisas continuam exatamente iguais. Correria por todos os lados, compromissos intermináveis e um excesso de falta de tempo. Sim, um excesso da falta. Contraditório, não? Em meio a tantas atividades a serem cumpridas, há a falta de tempo…

Eu havia retornado à cidade, depois de um ano. Tudo continuava igual, mas o sentimento era diferente. Daquela vez, estava de passagem apenas. Três dias, 72 horas, 4.320 minutos. Tempo suficiente para que eu me apaixonasse. Ou, pelo menos, para que me descobrisse apaixonada depois de alguns meses saindo com você. Ao invés de ver…

Um universo de possibilidades, uma infinidade de desencontros. É assim que posso definir em uma simples frase o mundo dos relacionamentos. Cada vez mais, as pessoas têm se conhecido menos. Ninguém mais conversa no elevador. Nos bares, os grupos de amigos são “fechados”. Interagir com a mesa ao lado é crime dos grandes. Nas baladas…

Quem vos fala conhece bem o que é uma terapia. A saga começou cedo, aos três anos de idade. O motivo: uma criança que só chorava. Diziam que eu abria a boca e não fechava mais. Vinha mãe, pai, tia, vizinho. Alguns teorizavam que seria ciúmes da irmã, outros aconselhavam minha mãe a buscar ajuda…